Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

DEM libera oficialmente filiados para voto em presidenciáveis no segundo turno

Apesar da posição neutra, a nota traz críticas ao partido de Fernando Haddad, o PT


postado em 10/10/2018 12:11 / atualizado em 10/10/2018 12:40

O partido Democratas (DEM) oficializou na manhã desta quarta-feira, 10, por meio de nota, a instrução partidária de que seus quadros estão liberados para declararem apoio individual aos candidatos que concorrem neste segundo turno ao Palácio do Planalto. "Ficam, assim, os nossos líderes e militantes de todo Brasil liberados para, seguindo as suas convicções, apresentarem a sua manifestação de voto neste segundo turno", afirma o presidente do DEM, ACM Neto, na manifestação.

Apesar da posição neutra, a nota traz críticas ao partido de Fernando Haddad, o PT. "Conectado com a vontade de mudança do povo brasileiro, nosso partido assume o compromisso de contribuir com a construção do Novo Brasil, um país completamente diferente daquele que nos foi legado pelo PT nos últimos anos", diz o texto.

A nota de ACM cita ainda um dos escândalos de corrupção do País que envolveu o Partido dos Trabalhadores. "Neste novo tempo que se anuncia, não cabem invasão e destruição de propriedades, e muito menos mensalão ou petróleo".

ACM afirma também que a eleição deste ano demonstrou que os brasileiros "desejam e exigem profundas mudanças na política" do País. "Este foi o principal recado das ruas e das urnas. E o Democratas compreendeu a mensagem", escreveu.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade