Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

PSB deve decidir por apoio a Haddad no 2º turno, diz Rodrigo Rollemberg


postado em 09/10/2018 17:24

O governador do Distrito Federal e candidato à reeleição, Rodrigo Rollemberg, afirmou nesta terça-feira, 9, que o seu partido, o PSB, deverá liberar os diretórios regionais onde há segundo turno para que eles se posicionem sobre a disputa nacional levando em conta especificidades locais. A tendência da executiva nacional da sigla é apoiar o presidenciável Fernando Haddad, do PT.

A cúpula do partido está reunida em Brasília nesta tarde. A decisão deve ser anunciada em breve. O partido ainda disputa o segundo turno em São Paulo, com Márcio França, no Distrito Federal, com Rodrigo Rollemberg, no Amapá, com João Capiberibe, e Sergipe, com Valadares Filho.

Na manhã de hoje, Haddad afirmou que a "recomposição de campo" é importante para fortalecê-lo na disputa final. O ex-prefeito de São Paulo citou também o apoio do PDT e do PSOL e ressaltou que, neste momento, ninguém está discutindo a definição de cargos em um eventual governo.

Dissidência

Candidato ao governo de São Paulo, Márcio França (PSB) defendeu que o partido se mantivesse neutro em relação ao pleito nacional. Haddad lembrou ao pessebista, no entanto, que o PT apoia candidatos do PSB em Estados no primeiro e no segundo turno. No último domingo, 7, o PSB elegeu candidatos em Pernambuco, Paraíba e Espírito Santo.

Em campanha para o segundo turno, França não compareceu à reunião da executiva nacional.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade