Publicidade

Estado de Minas

Boca de urna é crime eleitoral de maior incidência durante as primeiras horas de votação

Até as 12 horas foram registradas 71 ocorrências em todo o país


postado em 07/10/2018 13:57

Boletim também registra 65 casos de propaganda eleitoral irregular(foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Boletim também registra 65 casos de propaganda eleitoral irregular (foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)


A boca de urna é o crime de maior incidência até o momento, de acordo com boletim parcial divulgado pelo Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições Gerais de 2018 (CICCE), em Brasília. Até as 12 horas foram registradas 71 ocorrências em todo o país.

O boletim também registra 65 casos de propaganda eleitoral irregular, 19 flagrantes de transporte irregular de eleitores e 10 de compra de votos. O documento não informa os estados onde esses crimes contra a lei eleitoral ocorreram.

Composto por 14 instituições e órgãos parceiros, o centro tem como objetivo subsidiar a atuação da Polícia Federal, como polícia judiciária eleitoral, e a Justiça Eleitoral durante a realização dos dois turnos das eleições. O CICCE está funcionando desde segunda-feira (1º).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade