Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

No Rio, condomínio onde mora Bolsonaro reforça segurança


postado em 06/10/2018 13:30

O condomínio onde mora o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro, reforçou a segurança. Além dos funcionários próprios, três homens em um veículo blindado de uma empresa particular e uma viatura da Polícia Militar (PM) com três policiais estão na portão do condomínio de casas, que fica na orla da Barra da Tijuca, na zona oeste da capital.

O comerciante Fernando Filgueiras, vizinho de Bolsonaro, explicou que os moradores foram avisados essa semana do reforço. A contratação foi uma decisão do condomínio, que arcará com os custos.

Segundo Filgueiras, não houve nenhum incidente até agora, mas desde que Bolsonaro chegou de São Paulo, onde ficou internado após levar uma facada durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG), muitos eleitores do candidato do PSL têm ido ao local.

Na manhã deste sábado, 6, apesar da chuva, mais de dez pessoas passaram pelo local. Muitas foram atraídas por um vendedor que montou uma estrutura para vender camisas, adesivos e bonecos da campanha de Bolsonaro. Médicos que participam de um congresso de cirurgia vascular em um hotel vizinho também caminharam até a porta do condomínio, compraram camisetas e declararam apoio.

Uma mulher que não quis se identificar contou que já mandou fazer um pavê decorado com o número de Bolsonaro para um churrasco que está organizando para comemorar a eleição.

O cirurgião vascular Marcos Monte disse que a maioria dos médicos no congresso apoia o candidato do PSL. Ele acredita que a vitória pode ocorrer já no primeiro turno. "Se não for no primeiro turno, no segundo será muito mais difícil", declarou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade