Publicidade

Estado de Minas

Ibope mostra Dilma eleita para Senado com 29% e briga acirrada para segunda vaga

O jornalista Carlos Viana (PHS), o deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM) e o ex-deputado estadual Dinis Pinheiro (SD) aparecem empatados tecnicamente com os índices de 17%, 15% e 14%, respectivamente


postado em 02/10/2018 19:04 / atualizado em 03/10/2018 15:00

Se as eleições fossem hoje, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) estaria eleita para uma das vagas do Senado por Minas Gerais, com 29% das intenções de voto.

A disputa pela segunda vaga continua acirrada entre o jornalista Carlos Viana (PHS), o deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM) e o ex-deputado estadual Dinis Pinheiro (SD) empatados tecnicamente com os índices de 17%, 15% e 14%, respectivamente.

A margem de erro da pesquisa de de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Os votos brancos e nulos para a primeira vaga somam 19% e para a segunda 26%.

Entre os demais candidatos, Fábio Cherem (PDT) aparece com 10%; Rodrigo Paiva (Novo) tem 7%; Coronel Lacerda (PPL) e Miguel Corrêa (PT) têm 5%; Bispo Damasceno (PPL) e Professor Túlio Lopes foram citados por 4%; Ana Paula Alves (PCO) aparece com 3%; Vanessa Portugal (PSTU), Duda Salabert (Psol) e Kaká Menzes (Rede) são os preferidos de 2% dos eleitores e Edson dos Reis (Avante) fica na última colocação com 1%.

O Ibope foi ouvido por 2.002 eleitores de 115 municípios de todo país entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro. O Registro no TRE recebeu o número MG-00237/2018 e no TSE BR-06565/2018.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade