Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Vicente Cândido: Toffoli já se desgarrou do PT na medida em que colocou a toga


postado em 13/09/2018 18:43

O deputado Vicente Cândido (PT- SP) afirmou nesta quinta-feira, 13, que o novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, se "desgarrou" do PT ao "vestir a toga". Ele disse também que o magistrado nunca se mostrou parcial em favor do partido.

Cândido deu as declarações ao chegar à cerimônia de posse de Toffoli na presidência do Supremo nesta tarde.

"Ele já se desgarrou do partido. Na medida em que coloca a toga, todo mundo fica um pouco mais isento. Acho que em nenhum momento ele teve alguma atitude que se mostrasse parcial pela origem e pela historia dele", disse.

Antes de assumir uma cadeira no Supremo, Toffoli atuou no Executivo como advogado-geral da União no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (de 2007 a 2009) e no Legislativo como assessor Jurídico da Liderança do PT na Câmara dos Deputados (1995 a 2000). O ministro tomou posse no STF em 2009, nomeado pelo então presidente Lula.

Cândido afirmou esperar que Toffoli cumpra a Constituição e paute, logo após as eleições, a questão sobre a prisão em segunda instância.

"O Supremo tem que rever seu ato errôneo. Neste ponto, os ministros rasgaram a Constituição Federal. É uma mea culpa que a Corte tem que fazer", disse.

O deputado destacou também que a experiência do ministro no Legislativo e no Executivo ajudará no diálogo entre os Poderes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade