Publicidade

Estado de Minas

Economista cotado para ser ministro de Bolsonaro diz que ele passa bem

Paulo Guedes não pode visitar o candidato, mas conversou com os médicos


postado em 08/09/2018 15:42 / atualizado em 08/09/2018 18:46

(foto: FELIPE RAU)
(foto: FELIPE RAU)
 

O economista Paulo Guedes, que coordena o programa econômico do candidato do PSL, Jair Bolsonaro, disse na tarde deste sábado que está tudo bem com o paciente.

“Meu amigo está melhor, está estável. Ainda está com o abdômen distendido, um pouco inflamado, mas está melhorando e já vão tirar as sondas da bexiga. Essa parte do abdômen distendido é muito comum nessas facadas, nesses grandes traumas. Mas se a incisão da cirurgia aguentar bem, não tem problema. Às vezes pode haver uma pequena ruptura da parede, mas isso tudo é coisa contornável. Ele está bem consciente e não tem infecção, o pulmão está bem. Ele está indo muito bem”, garante o economista, que conversou com médicos.

Guedes não pôde se encontrar com o candidato. O Hospital Albert Einstein informou que as visitas a Bolsonaro permanecem restritas à mulher dele a aos filhos, por ordem médica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade