Publicidade

Estado de Minas

Filhos de Bolsonaro relatam quadro de saúde do pai, esfaqueado em Juiz de Fora


postado em 06/09/2018 16:53 / atualizado em 06/09/2018 17:00

Filhos do candidato a presidente da república, Jair Bolsonaro (PSL), atualizaram o estado de saúde do pai, esfaqueado no abdômen durante ato de campanha nas ruas de Juiz de Fora, na Zona da Mata, na tarde desta quinta-feira. Segundo Flavio e Eduardo Bolsonaro, o presidenciável passa bem.

Candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro, Flavio Bolsonaro (PSL) escreveu no Twitter que o ferimento “foi apenas superficial” e que o pai “passa bem”.

Deputado Federal por São Paulo, Eduardo Bolsonaro (PSL) também utilizou a rede social para comentar o ocorrido. “As informações que tenho são preliminares e neste tipo de situação sempre há muita notícia desencontrada. Mas chegou a mim que Jair Bolsonaro foi esfaqueado num evento em MG, mas está fora de risco de morte. Peço que orem por ele e sabendo de algo mais publico aqui (no Twitter)”, publico.

Bolsonaro foi atacado enquanto era carregado por apoiadores durante caminhada na região central de Juiz de Fora, entre as ruas Halfeld e Batista de Oliveira. A Polícia Militar confirmou que o candidato foi ferido. O caso será investigado pela Polícia Federal. O deputado mineiro Léo Portela (PR) acompanhou Bolsonaro até o hospital. Segundo ele, o candidato foi atendido e recebeu pontos. "Ele passa bem", afirmou o parlamentar.

Horas antes do ataque, Bolsonaro havia feito um post sobre a violência em seu Twitter. "Impunidade, desarmamento, indicações políticas e corrupção geraram e continuam alimentando os maiores problemas do Brasil: violência, ineficiência do Estado e desemprego. Tão importante quanto fazer coisas novas, é desfazer essa estrutura criminosa criada pelos últimos governos!"

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade