Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

STF mantém julgamento de recurso de Lula no plenário virtual da Corte

O recurso em questão contesta a decisão do plenário do STF, que em abril deste ano, negou o habeas corpus do petista por 6 a 5


postado em 04/09/2018 19:04 / atualizado em 04/09/2018 20:53

O julgamento do recurso está previsto para ocorrer de 7 a 14 de setembro no plenário virtual do STF(foto: MIGUEL SCHINCARIOL)
O julgamento do recurso está previsto para ocorrer de 7 a 14 de setembro no plenário virtual do STF (foto: MIGUEL SCHINCARIOL)
O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para que o julgamento de um recurso contra a execução provisória de sua pena fosse feito presencialmente pelo plenário da Corte.

Dessa forma, Fachin confirmou a decisão de manter o julgamento do recurso de Lula, preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato, no plenário virtual da Corte. O recurso em questão contesta a decisão do plenário do STF, que em abril deste ano, negou o habeas corpus do petista por 6 a 5.

O julgamento do recurso está previsto para ocorrer de 7 a 14 de setembro no plenário virtual do STF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade