Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Admar Gonzaga diz que TSE não precisa aguardar embargos para aplicar impugnação


postado em 31/08/2018 23:56

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), votou pela impugnação da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e garantiu maioria a favor do indeferimento do registro do petista. Com isso, o PT terá de indicar o substituto de Lula em até dez dias.

"Faculto à coligação substituir o candidato Luiz Inácio Lula da Silva no prazo de dez dias, vedo a prática de atos de campanha, em especial a veiculação de propaganda eleitoral relativa à campanha presidencial no rádio e na televisão, até que se proceda substituição e determino a retirada do nome do candidato da programação da urna", disse o magistrado.

O ministro ainda disse que, no seu entendimento, o TSE não precisa aguardar eventuais embargos para aplicar a medida. "Uma vez publicado o acórdão em sessão, é possível a plena execução da decisão do TSE que indefere o pedido de registro de candidatura, não sendo necessário aguardar o julgamento de eventuais embargos de declaração, recurso que é, ademais, desprovido de efeitos suspensivos", complementou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade