Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Ausente de sabatina, Bolsonaro é o candidato mais lembrado pelos concorrentes


postado em 06/08/2018 18:43

Mesmo ausente, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, foi um dos principais personagens da sabatina, promovida nesta segunda-feira, 6, pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em Brasília.

O militar da reserva do Exército foi um dos únicos candidatos que declinou do convite feito pela Coalização Pela Construção, grupo formado 26 entidades da indústria da construção, mas acabou sendo citado direta ou indiretamente pela maioria dos candidatos presentes.

A explicação para a ausência de Bolsonaro foi um conflito de agendas. O deputado federal esteve em um almoço hoje na Federação das Indústrias do Rio (Firjan) e se encontrou com aproximadamente 170 empresários da instituição.

A candidata da Rede Sustentabilidade, Marina Silva, foi a primeira a citar o candidato do PSL, de forma cifrada. Ela alertou os empresários do setor de construção civil para não caírem no "conto do vigário" da "saída antidemocrática".

"Discursos extremistas que prometem saídas fáceis para uma crise complexa crescem na sociedade brasileira, alimentando-se de nossa insegurança e de nossa revolta. Já vimos esse filme antes e sabemos como ele acaba", disse a ex-ministra.

Ciro Gomes (PDT) também voltou a falar do militar sem citá-lo nominalmente. "Tem candidato dando uma de ignorante porque isso o deixa mais próximo do povo. É a apologia da ignorância porque isso dá certa afinidade para com o nosso povo. Aí vou chamar o posto Ipiranga, vou resolver as coisas do País bala", ironizou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade