Publicidade

Estado de Minas

DEM dá sinal verde para candidatura de Rodrigo Pacheco ao governo de Minas

Pré-candidato ao Palácio da Liberdade, Pacheco também terá liberdade para apoiar candidato à Presidência, apesar da legenda ter apoiado o ex-governador Geraldo Alckmin


postado em 29/07/2018 19:33

O deputado federal Rodrigo Pacheco mantém pré-candidatura a governador. Ele foi convidado pelo senador Antonio Anastasia (PSDB), que também concorre ao governo, a compor chapa como senador(foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)
O deputado federal Rodrigo Pacheco mantém pré-candidatura a governador. Ele foi convidado pelo senador Antonio Anastasia (PSDB), que também concorre ao governo, a compor chapa como senador (foto: Beto Novaes/EM/D.A Press)

O deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM), pré-candidato ao governo de Minas, está liberado pela coordenação nacional da legenda para continuar na disputa pelo Palácio da Liberdade. Na semana passada, o DEM declarou apoio ao pré-candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB), o que poderia trazer impactos nos arranjos estaduais.

A informação é da assessoria de comunicação do deputado, que esteve reunido nesta tarde de domingo com o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ) e outros dirigentes do partido, no Rio de Janeiro. O líder nacional do partido, o prefeito de Salvador, ACM Neto, não participou do encontro.

O entendimento da direção é que a candidatura de Pacheco fortalece o partido nos estados, uma estratégia nestas eleições. Mas não necessariamente Alckmin subirá no palanque do DEM em Minas. Isso porque Pacheco também recebeu carta branca para apoiar outros candidatos ao Palácio do Planalto, conforme as coligações que conquistar no estado.

Até agora, o DEM conta, em Minas, com apoio na eleição majoritária do Avente, Patri, PP, PTC, PRP e, talvez, do PMB, que estuda lançar candidatura própria, de Gabriela Enéas (PMB). A convenção estadual do partido, que vai oficializar a candidatura de Pacheco, está marcada para 5 de agosto, às 9h, no hotel Ouro Minas, em Belo Horizonte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade