Publicidade

Estado de Minas

Luiz Estevão e Geddel são transferidos para ala de segurança máxima da Papuda

Decisão transferência foi autorizada pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal


postado em 19/07/2018 14:53

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

O ex-senador Luiz Estevão e o ex-ministro Geddel Vieira Lima foram transferidos na manhã desta quinta-feira para a ala de segurança máxima do Complexo da Papuda, em Brasília. Os dois já estavam presos na unidade, mas havia denúncias de que eram privilegiados com regalias nas celas.

A decisão transferência foi autorizada pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal. Estevão e Geddel passam agora a ocupar celas individuais e não terão mais contatos com outros detentos.

Estevão foi condenado a 26 anos de reclusão por desvios de recursos públicos nas obras do Fórum Trabalhista de São Paulo. Geddel foi preso no ano passado depois que a Polícia Federal descobriu um bunker atribuído a ele, em Salvador, com R$ 51 milhões em dinheiro vivo.

As investigações sobre supostas regalias na Papuda começaram há quatro meses. No mês passado, a Polícia Civil, no Distrito Federal, fez buscas nas celas onde estão presos os dois. Os agentes apreenderam pendrives e chocolates, atribuídos a Estevão, e anotações que seriam de Geddel.


Publicidade