Publicidade

Estado de Minas

Temer diz que novo ministro do Trabalho deve levar adiante reforma trabalhista


postado em 10/07/2018 16:54

Brasília, 10 - O presidente Michel Temer deu posse, nesta terça-feira, 10, a Caio Vieira de Mello como novo ministro do Trabalho. Ele assume o cargo em substituição a Helton Yomura, afastado na semana passada após ser alvo da Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal.

Em seu discurso, Temer destacou que o novo ministro deve levar adiante a reforma trabalhista e outras transformações que acredita ainda poderão ser feitas, apesar do pouco tempo que tem à frente do governo. "Nós temos seis meses pela frente, há quem diga que é um período curto, mas para quem tanto fez em dois anos, seis meses representa uma quarta parte de dois anos. E se fizermos nesses seis meses o que fizemos em uma quarta parte desses dois anos, vamos avançar mais ainda."

Segundo o presidente, Vieira de Mello é um nome "de grande experiência" e traz para a equipe "décadas de atuação na área jurídica, mas sobretudo na área da justiça trabalhista". "É plena a nossa confiança na capacidade técnica e também na sua vocação para o diálogo", elogiou.

Temer disse ainda que o novo ministro "acumula conhecimento valioso" principalmente para retomada da criação de postos de trabalho, destacando que somente este ano já são mais 280 mil carteiras assinadas. "Temos feito tudo pelo emprego no sentido mais amplo, recuperamos credibilidade da economia e, com isso, naturalmente, estamos recolocando país no trilho do crescimento."

(Julia Lindner e Tânia Monteiro)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade