Publicidade

Estado de Minas

Gleisi critica falta de convite ao PT em evento da CNI com pré-candidatos


postado em 04/07/2018 21:48

Brasília, 04 - A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, criticou nesta quarta-feira, 4, a "exclusão" do partido da sabatina promovida pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com os pré-candidatos ao Palácio do Planalto. "Não há qualquer razão de ordem legal para excluir Lula de debates ou sabatinas. A candidatura do ex-presidente será registrada no dia 15 de agosto e somente uma decisão posterior da Justiça Eleitoral, se provocada, poderá levantar a hipótese de inelegibilidade", disse Gleisi, em nota. "Até lá, ele é pré-candidato como qualquer de seus adversários e tem o direito de expor suas ideias." Condenado em segunda instância no caso do triplex do Guarujá, Lula está preso em Curitiba.

Coordenador do programa de governo do PT, o ex-prefeito Fernando Haddad é muitas vezes escalado para fazer exposições no lugar do petista. "O setor industrial brasileiro conhece Lula e sabe do que ele é capaz, principalmente em situações de crise, como aquela que o mundo enfrentou em 2008 e que superamos por meio do diálogo entre o governo e os representantes empresariais", escreveu Gleisi. Na nota, ela disse que foi "uma grande decepção" o fato de a CNI não ter convidado ninguém do PT para o evento.

A falta de designação de um porta-voz oficial para representar Lula nos debates, porém, tem sido motivo de muita polêmica no partido. Nos bastidores, muitos petistas dizem que a sigla deveria escolher logo um candidato a vice para cumprir essa tarefa.

(Vera Rosa)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade