Publicidade

Estado de Minas

Meirelles sugere redistribuição da carga tributária para fortalecer municípios

Durante o 35° Congresso Mineiro de Municípios, presidenciável definiu a reforma tributária como prioridade inicial, caso seja eleito


postado em 19/06/2018 18:56 / atualizado em 19/06/2018 19:19

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)


Henrique Meirelles (MDB) classificou a reforma tributária como sua primeira grande medida, caso seja escolhido pela população brasileira para o cargo de presidente da República. Em sua participação no 35° Congresso Mineiro de Municípios, sediado no Estádio Mineirão na tarde de hoje e na de amanhã, o candidato sinalizou que pretende redistribuir os impostos do Brasil para que o país se recupere da "pior crise de sua história".

Como ex-ministro da Fazenda, Meirelles  se concentrou em apontar propostas voltadas à economia.

"A primeira coisa é garantir que o Brasil vai continuar crescendo, que é o problema fundamental. Segundo: os governos federal e estadual devem cumprir com suas obrigações. A partir daí, o governo federal deve fazer as reformas fundamentais, visando diminuir as despesas", disse.

Ele também ressaltou, em diversas oportunidades, a necessidade do governo aumentar o repasse de recursos aos municípios, a partir da reforma tributária que seria realizada. Segundo o emedebista, a medida se concentraria em tirar "grande parcela das contribuições, passando, cada vez mais, a termos impostos que garantam a participação dos municípios".

O candidato também destacou suas propostas para segurança pública. Neste quesito, o seu governo investiria em equipamento, treinamento das forças de segurança e no fortalecimento das fronteiras do Brasil, segundo ele.

Na saúde, Henrique Meirelles indicou a necessidade de se interligar os hospitais maiores aos menores e aos centros de saúde. O aumento da verba para a educação básica também foi ressaltado por ele.

O 35° Congresso Mineiro de Municípios tem promoção da Associação Mineira de Municípios. Nesta quarta-feira, o evento dá espaço aos candidatos ao governo do Estado de Minas Gerais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade