Publicidade

Estado de Minas

Meirelles envia vídeo a emedebistas pedindo apoio para ser candidato ao Planalto


postado em 06/06/2018 20:18

Brasília, 06 - O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles enviou vídeo a integrantes do MDB no qual pede apoio para ser escolhido como candidato oficial do partido à Presidência da República durante a convenção partidária, prevista para o final de julho.

No vídeo, de cerca de 2 minutos e meio, Meirelles se apresenta e pede licença para falar sobre o projeto do "nosso partido". "Para continuar liderando e mudando o Brasil, nós precisamos lutar por uma candidatura própria", diz o ex-ministro num trecho do vídeo.

Meirelles também se diz "preparado" para disputar o Palácio do Planalto e que é uma "imensa honra" para ele ser pré-candidato pelo MDB. "A cada dia, podem ter certeza, a nossa candidatura passará a ser mais conhecida e ganhará ainda mais força. O momento não é para bravatas", afirma na gravação.

O vídeo passou a ser divulgado nessa terça-feira (5), após o ex-ministro dizer, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado., que quer tirar o "rótulo" de candidato do governo e do mercado. Ele afirmou ainda que sua candidatura não representa "especificamente o governo" do qual fez parte até abril.

Além do vídeo, Meirelles deve começar a viajar pelo País para encontros com integrantes dos MDB nos Estados. A agenda começa na próxima sexta-feira, 7, quando viajará para o Rio de Janeiro. Lá participará de encontro com emedebistas fluminenses na Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Nessa estratégia, também realizou encontros com senadores do partido em abril e, nesta quarta-feira, com deputados federais da legenda. A reunião aconteceu na sede da sigla localizada no prédio do Congresso Nacional.

Meirelles foi lançado como pré-candidato do MDB ao Planalto pelo presidente Michel Temer, que desistiu de disputar reeleição. Alguns diretórios estaduais, contudo, têm se posicionado contrário à candidatura dele à Presidência pela legenda.

Emedebistas do Rio Grande do Sul e o 1º vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (MDB-MG), defendem como candidato o ex-ministro Nelson Jobim. Já o senador Renan Calheiros (MDB-AL) quer lançar o senador Roberto Requião (MDB-PR) para disputar a convenção com Meirelles.

(Igor Gadelha)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade