Publicidade

Estado de Minas

Juíza autoriza visita a Lula de duas pessoas fora do vínculo familiar às 5ª feiras

Todas as quintas-feiras os selecionados terão uma hora para visitar o ex-presidente


postado em 03/05/2018 17:36 / atualizado em 03/05/2018 17:59

(foto: AFP / Miguel Schincariol )
(foto: AFP / Miguel Schincariol )

A Justiça Federal autorizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a receber visitas de amigos e aliados políticos às quintas-feiras, dia reservado para familiares, segundo informações da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Na tarde desta quinta-feira, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hofmann (PR), e o ex-ministro Jaques Wagner foram autorizados a estar com Lula.

A autorização para a visita de amigos e aliados veio da juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, de acordo com a PF em Curitiba. Serão permitidas visitas de duas pessoas autorizadas pelo ex-presidente através de sua defesa toda quinta-feira, por uma hora de duração.

Anteriormente, só estavam autorizadas pessoas com vínculo familiar de primeiro grau por conta de um "período de adaptação", segundo a PF. O órgão esclareceu que as regras já valem para os demais presos.

Familiares e aliados políticos terão de se revezar para o ver o petista no local onde está preso desde o dia 7 de abril, já que apenas duas pessoas estão autorizadas a entrar a cada quinta-feira.

Após visitarem Lula, Gleisi e Wagner devem conceder uma entrevista coletiva à imprensa em frente à sede da Superintendência.


Publicidade