Publicidade

Estado de Minas

Até o momento, 49 parlamentares pediram para incluir nome de aliados na identificação

Maioria optou por incluir 'Lula' na assinatura do mandato, mas há quem optou ou Moro e até Bolsonaro


postado em 11/04/2018 21:33

A nova polêmica envolvendo o Congresso diz respeito à inclusão do nome do ex-presidente Lula e do juiz Sérgio Moro na identificação de deputados e senadores. Correndo por fora, até o nome do presidenciável Jair Bolsonaro (PSC) apareceu. Até o momento 46 deputados e três senadores pediram para fazer a mudança.

O placar na Câmara está com 43 deputados pedindo a inclusão de Lula no nome, dois preferiram Bolsonaro e um Moro. No Senado dois preferem o petista e um o juiz.

Apesar disso, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira, que não vai perder tempo analisando pedidos de mudança de nome no painel de votações do plenário da Casa

Por sua vez, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE) ainda não respondeu se aceitará ou não a solicitação.

E o número de parlamentares que vão entrar na campanha deve aumentar. Já que muitos já anunciaram que apresentaram o pedido às mesas diretoras das duas casas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade