Publicidade

Estado de Minas

Pai da Ficha Limpa entra na disputa pelo posto do governador cassado do Tocantins


postado em 30/03/2018 10:06

São Paulo, 30 - O ex-juiz eleitoral Márlon Reis, pai da Lei da Ficha Limpa, decidiu entrar na disputa das eleições para governador do Tocantins. Neste sábado, 31, Márlon vai lançar sua pré-candidatura pela Rede Sustentabilidade. O pleito deverá ocorrer em maio, por ordem do Tribunal Superior Eleitoral que, na semana passada, cassou o governador Marcelo Miranda (MDB) e sua vice, Cláudia Lelis (PV), por abuso de poder político e econômico e arrecadação e gastos ilícitos de recursos na campanha de 2014.

Nos últimos sete anos, o Tocantins teve oito governadores. Uma sucessão de cassações e mandatos interrompidos pela lei de iniciativa popular que reorganizou as eleições no Brasil, a Ficha Limpa.

O lançamento da pré-candidatura de Márlon Reis vai ocorrer na sede da Associação Tocantinense de Municípios, em Palmas. A presidenciável Marina Silva, da Rede, é aguardada.

Jurista e advogado, idealizador da expressão "Ficha Limpa", Márlon ganhou notoriedade como juiz eleitoral, carreira que seguiu até abril de 2016, e pelo combate à corrupção. Ele fundou, com lideranças sociais, o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e é autor dos livros "O nobre deputado", "O gigante acordado" e "República da Propina".

Em julho de 2012, foi o único brasileiro selecionado, entre 460 líderes, para representar o Brasil no "Draper Hills Summer Fellows", encontro mundial sobre cidadania, direitos humanos e mobilização social, no Estado da Califórnia, EUA, a convite da Universidade de Stanford.

(Julia Affonso e Fausto Macedo)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade