Publicidade

Estado de Minas

Com obstrução da oposição, Câmara retoma trabalhos sem conseguir votar MPs


postado em 06/02/2018 23:48

São Paulo, 6, 06 - Na primeira sessão plenária da Câmara após o recesso, nesta terça-feira, 6, a oposição conseguiu obstruir os trabalhos e impedir a votação da Medida Provisória 800/2017, que estabelece as diretrizes para a reprogramação de investimentos em concessões rodoviárias federais. A estratégia da oposição consiste em impedir os trabalhos para evitar a votação da reforma da Previdência, programada para o dia 20.

A Câmara retomou os trabalhos na semana que antecede o carnaval com a expectativa de votar, além da MP 800/2017, a MP 801/2017, que favorece Estados com planos de recuperação fiscal homologados pelo Ministério da Fazenda. As duas MPs vencem no fim do mês e precisam ser aprovadas na Câmara e no Senado.

Como não houve quórum suficiente para votar as medidas nesta terça, os temas devem retornar à pauta depois do carnaval.

Mesmo com sessão deliberativa marcada para votação de acordos internacionais, a tendência é que os parlamentares comecem a deixar Brasília nesta quarta-feira, 7, para a folga estendida de 11 dias. Os deputados retornam no dia 19, início da fase de debates da proposta de reforma da Previdência.

(Daiene Cardoso)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade