Publicidade

Estado de Minas

PSDB volta a cogitar Anastasia como candidato ao governo de Minas em 2018

O presidente estadual da legenda, Domingos Sávio, disse que partido não pode perder novamente a disputa ao Palácio Tiradentes


postado em 02/02/2018 19:39

Senador, que comandou o governo de Minas entre 2010 e 2014, foi cotado também como vice na chapa de Geraldo Alckmin(foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Senador, que comandou o governo de Minas entre 2010 e 2014, foi cotado também como vice na chapa de Geraldo Alckmin (foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Coringa no PSDB, o senador Antonio Anastasia volta a ser cogitado como candidato do partido para disputar o governo de Minas. A informação é do presidente estadual da legenda, o deputado federal Domingos Sávio. “O professor Anastasia é naturalmente um nome de consenso e agora é Copa do Mundo, é decisão. O PSDB perdeu em 2014 e não pode perder 2018. Anastasia é um homem conciliador, competente e que poderá tirar o estado da crise”, afirma.

Em dezembro, Anastasia já havia sido cotado como vice na chapa do pré-candidato à presidência da República e governador de São Paulo Geraldo Alckmin. Antes disso, também foi considerado como opção forte para o governo. Considerado um político de perfil técnico, Anastasia, que foi governador entre 2010 e 2014 e vice-governador de Aécio Neves, de 2006 a 2010, tem sido sempre um nome sondado pelo PSDB em todas as eleições.

A última delas foi em 2016, quando recusou disputar a prefeitura de BH. Eleito senador em 2014, o mandato do político vai até 2022 e, por isso, o presidente estadual da legenda considera ser mais um motivo para apostar em Anastasia como candidato ao governo. “Ele não deixará um cargo para disputar. Isso não vai interferir na carreira política dele”, diz Sávio.

Apesar da pressão do partido, Anastasia não cedeu aos planos da legenda para sua trajetória. Por meio de sua assessoria de imprensa, o senador reiterou que comunicou, no ano passado, que não será candidato ao governo do Estado. “Quando esse nome (candidato) estiver definido, o senador trabalhará de maneira presente e permanente, visitando o interior e conversando com a população de Minas mais uma vez, para colaborar com a sua vitória”, informou.

DEPUTADOS E SENADOR

Já nas articulações para as eleições de outubro, o deputado Domingos Sávio visitou ontem a Câmara Municipal de BH para apoiar as candidaturas dos três vereadores do PSDB. Todos deverão concorrer no pleito deste ano. Bim da Ambulância sairá deputado estadual, Juninho Los Hermanos é cotado como federal e o presidente da Câmara, Henrique Braga, pode disputar o Senado. “É um possível nome, mas como é eleição majoritária, o partido tem que definir”, afirma Sávio.

Segundo ele, a tendência é que o senador Aécio Neves, cujo mandato termina este ano, concorra novamente a uma cadeira no Senado, o que não garante a candidatura de Braga. “Com todos os problemas que Aécio enfrenta, ele ainda é um líder forte”, diz. Este mês, o PSDB mineiro começa a se reunir com presidentes de outros partidos para costurar coligações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade