Publicidade

Estado de Minas

Nova fase da Lama Asfáltica manda prender ex-governador do MS André Puccinelli

Polícia Federal investiga fraudes em licitações que provocaram prejuízos de R$ 235 milhões


postado em 14/11/2017 08:43 / atualizado em 14/11/2017 13:10

Ex-governador André Puccinelli(foto: Rachid Waqued/GMS)
Ex-governador André Puccinelli (foto: Rachid Waqued/GMS)

São Paulo - Na Operação Papiros de Lama, quinta fase da Lama Asfáltica, deflagrada nesta terça-feira, 14, há um mandado de prisão contra o ex-governador do Mato Grosso do Sul André Puccinelli (PMDB). A ação é comandada pela Polícia Federal, Controladoria-Geral da União e Receita Federal.

A investigação tem como objetivo desbaratar um esquema que desviou recursos públicos por meio do direcionamento de licitações públicas, superfaturamento de obras públicas, aquisição fictícia ou ilícita de produtos, financiamento de atividades privadas sem relação com a atividade-fim de empresas estatais, concessão de créditos tributários com vistas ao recebimento de propina e corrupção de agentes públicos. Os prejuízos causados pelo esquema aos cofres públicos, segundo a PF, passam dos R$ 235 milhões.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade