Publicidade

Estado de Minas

Deputado Wladimir Costa tatua nome de Temer no ombro

A tatuagem do deputado Wladimir Costa (SDD/PA) veio a público durante entrega de caminhões de lixo em reduto eleitoral do parlamentar


postado em 31/07/2017 12:14 / atualizado em 31/07/2017 13:00

O deputado Wladimir Costa e sua tatuagem, no ombro, com o nome do presidente e a bandeira do Brasil(foto: Divulgação)
O deputado Wladimir Costa e sua tatuagem, no ombro, com o nome do presidente e a bandeira do Brasil (foto: Divulgação)

Defensor ardoroso do presidente Michel Temer (PMDB), a ponto de bater boca com adversários em comissões e no plenário da Câmara,  o deputado Wladimir Costa (SDD/PA) resolveu tatuar, no ombro direito,  a sua admiração pelo presidente.  A façanha veio a público durante entrega  de caminhões de lixo em Salinópolis,  no Pará, reduto eleitoral do parlamentar.

Vestindo regata amarela e bermuda jeans, durante o evento, no sábado passado (29), o deputado que ficou famoso ao estourar uma bomba de confete durante a votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), chamou a atenção do público ao tirar a blusa.

Mandato cassado


Costa teve o mandato cassado, em julho do ano passado, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/PA). A relatora do caso, juíza Lucyana Said Daibes Pereira, concluiu pela existência de gastos não registrados na prestação de contas da campanha de 2014.

De acordo com o TRE/PA, o deputado gastou ilegalmente R$ 410.800 mil, além de falsificar documentos. O tribunal condenou o parlamentar com base em denúncia do  Ministério Público Eleitoral.

Justificativa


"Paraense não é de se arrepender não", disse Costa. A tatuagem, finalizada na última sexta-feira, 28, custou R$1.200 em seis vezes no cartão, disse o parlamentar.
"Cada um com suas paixões. Não tem gente que tatua Che Guevara, Fidel Castro, o presidente da Coreia? Todos falsos socialistas usando (relógio da marca) Rolex?", afirmou Costa.

"Sou admirador nato (de Temer), sou amigo dele há quase 16 anos. Nesse momento, que tentam derrubar ele a qualquer custo, é minha forma de mostrar que parceiro que é parceiro derrama até a última gota de sangue".

Mulher emocionada


Ainda segundo o parlamentar, "a dor valeu a pena" e até planeja fazer uma próxima, dessa vez na costela. "Quero escrever 'Temer, o único e verdadeiro estadista do Brasil'".

O parlamentar disse, ainda, que sua mulher se emocionou ao ver o resultado. Ela é fã de Temer. É formada em Direito e é grande leitora dos livros do presidente. Mas, se ela quiser tatuar o nome dele, eu não deixo".

O parlamentar disse que ainda não mostrou ao presidente sua homenagem. "Não fiz para ele, fiz para mim. Queria que a minha tatuagem fosse maior que a da Marcela (Temer, mulher do presidente, que tem uma tatuagem no pescoço com seu nome)", afirmou.

Confiante


Wladimir, que se diz "confiante na vitória do governo" na próxima quarta-feira, quando está prevista a votação sobre a denúncia, disse que pretende mostrar a tatuagem no plenário, após seu voto. "Até porque eu tenho um corpo belíssimo", disse. (com Agência Estado)


Publicidade