Publicidade

Estado de Minas

Temer chama rei da Noruega de 'rei da Suécia'

A gafe foi cometida nesta sexta-feira em discurso em Oslo, capital da Noruega


postado em 23/06/2017 09:29 / atualizado em 23/06/2017 09:40

A gafe foi cometida em discurso dirigido à primeira-ministra Erna Solberg(foto: Beto Barata/PR)
A gafe foi cometida em discurso dirigido à primeira-ministra Erna Solberg (foto: Beto Barata/PR)

No último dia de viagem à Europa, o presidente Michel Temer (PMDB) cometeu uma gafe diplomática. Em compromisso em Oslo, na Noruega, o peemedebista chamou nesta sexta-feira (23) o país de Suécia, ao fazer referência ao rei Harald.

Temer agradeceu o povo norueguês pela gentileza com que foi recebido e disse falou da reunião que teria na sequência com o “parlamento brasileiro” – na verdade seria o Legislativo da Noruega – e um pouco mais adiante "com sua majestade, o rei da Suécia”.

O presidente Temer afirmou ter convicção de que a visita “estreita os laços” do Brasil com a Noruega. Na fala dirigida à primeira-ministra norueguesa Erna Solberg, Temer falou do esforço do governo brasileiro em combater o desmatamento no país. Na quinta-feira, o país informou que irá cortar pela metade o fundo que destina à Amazônia, reduzindo R$ 200 milhões que iriam para a proteção da floresta.

Na reunião com a primeira-ministra, Temer destacou a contribuição da Noruega para o fundo, que chegou a US$ 1,1 bilhão. “As contribuições da Noruega para o Fundo da Amazônia têm permitido um policiamento mais efetivo no sentido de evitar o desmatamento no nosso País, já que o Brasil é uma das grandes reservas ambientais do mundo”, disse.

Temer também disse ter vetado as medidas provisórias 756/16 e 758/16, que reduziam os limites da floresta e disse estar adotando medidas para ampliar os parques nacionais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade