Publicidade

Estado de Minas

Temer faz nova reunião com aliados para aprovar reforma da Previdência

O presidente tem dado prioridade à aprovação da reforma em reuniões com aliados


postado em 11/04/2017 08:06

(foto: Beto Barata)
(foto: Beto Barata)

O presidente Michel Temer tem dado demonstrações que está empenhado pessoalmente em conseguir a aprovação da reforma da Previdência. Com um placar desfavorável para aprovar a matéria na Câmara, Temer tem nova reunião na manhã desta terça-feira com a base aliada na Casa.

A reunião agendada pelo presidente, no Palácio do Planalto, vai reunir na manhã desta terça-feira líderes da base aliada na Câmara dos Deputados e membros titulares e suplentes da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Casa.

No domingo passado (9), Temer se encontrou com ministros representantes do Nordeste. O encontro reuniu Bruno Araújo, das Cidades; Mendonça Filho, da Educação; Raul Jungmann, da Defesa, Antonio Imbassahy, da Secretaria de Governo; ainda o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, do PP da paraíba e os presidentes do Senado, Eunício Oliveira, e o da Câmara, Rodrigo Maia.

A bancada do Nordeste tem 151 deputados, sendo, pelo menos, 87 da base do governo. Esse grupo hoje representa um grande contingente de votos contra a reforma.

Alteração da proposta


O governo avalia hoje que não dispõe dos 308 votos necessários para aprovara reforma da Perevidência.

Na semana passada anunciou que recuar em alguns pontos para negociar a aprovaçao da matéria. O presidente negou que tenha recuado na proposta.

“Eu autorizei o nosso relator, deputado Arthur Maia, a fazer as negociações que fossem necessárias e depois, ao final, nós anunciaríamos o que tiver sido ajustado. Vai levar uns dias aí, mas já está autorizado. Prestar obediência ao que o Congresso Nacional sugere, não pode ser considerado recuo. Nós estamos trabalhando conjugadamente”, disse Temer na quinta-feira (6), logo após um após almoço com o Rei Carlos Gustavo e a Rainha Sílvia, da Suécia, no Palácio do Itamaraty.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade