Publicidade

Estado de Minas

Ainda não há definição sobre teor do projeto da repatriação, diz Jucá no Twitter

Relator do projeto de repatriação e líder do governo no Senado, senador Romero Jucá, disse que esperar contribuições da equipe econômica para fechar o texto


postado em 23/11/2016 10:31 / atualizado em 23/11/2016 10:46

"Ainda não temos definição sobre o teor do projeto da repatriação. Espero receber as propostas da Fazenda até meio dia ( de hoje)", escreveu Romero Jucá em seu Twitter (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil )

Brasília - Relator do projeto que reabre o programa de repatriação de recursos do exterior, o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou na manhã desta quarta-feira, 23, que ainda não fechou o texto e aguarda receber sugestões de integrantes da equipe econômica do governo até o início da tarde.

"Ainda não temos definição sobre o teor do projeto da repatriação. Espero receber as propostas da Fazenda até meio dia", escreveu Jucá em seu Twitter.

Na tarde desta terça-feira, 22, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deu um puxão de orelha público no líder e pediu para que ele apresentasse o quanto antes o texto do relatório do projeto. "Gostaria de pedir ao senador Romero Jucá que, por favor, publique o seu parecer da repatriação. Precisamos votar essa matéria nesta quarta-feira", reclamou no plenário do Senado.

A previsão é que projeto seja votado na tarde desta quarta no plenário da Casa. As declarações de Renan ocorreram após novas rodadas de negociações que envolveram a cúpula do governo, governadores e os presidentes das duas Casas do Congresso.

Nas conversas, a União concordou em repartir com Estados os R$ 5 bilhões de receitas obtidas com a multa paga na primeira etapa do programa de repatriação. Em contrapartida, os governadores se comprometeram com um forte ajuste fiscal próprio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade