Publicidade

Estado de Minas PRIORIDADES DOS BONS DE URNA

Conheça as propostas dos vereadores mais votados em Belo Horizonte

O EM ouviu as promessas parlamentares para saber de cada um qual será seu perfil de atuação na Câmara Municipal


postado em 09/10/2016 06:00 / atualizado em 09/10/2016 09:17

Em 1º de janeiro de 2017, segundo asseguram as promessas parlamentares, novos ares vão ocupar a Câmara Municipal de Belo Horizonte. Com 23 novos vereadores e 18 reeleitos, o discurso de quem entra para a Casa é de mudança, seja na forma de representar o belo-horizontino, seja em propostas essenciais para os cidadãos.

Quem repete o mandato quer continuar o que deu certo e aprimorar projetos. Nesta eleição, a Câmara sofreu uma renovação de 56%, superando o percentual alcançado no último pleito, em 2012, quando houve 53% de troca entre 41 parlamentares. Na nova composição, as mulheres ganham espaço. E os partidos estão pulverizados: são 23 legendas diferentes compondo as 41 vagas.

É possível perceber essa diversidade entre os 10 vereadores mais votados, cada qual com a sua bandeira. Entre aqueles que receberam mais votos, seis reeleitos e quatro são estreantes. Em comum, os 10 mais votados garantiram ao Estado de Minas cumprir o que prometeram em campanha, apostar em projetos que aproximam mais os cidadãos do legislativo e estar preparados para defender o povo de BH. Caberá aos eleitores acompanhar e cobrar.

Áurea Carolina
l Partido: PSOL
l 32 anos
l Primeiro mandato
l Eleita com 17.420 votos

“As minhas prioridades são o empoderamento das mulheres, a promoção da igualdade racial, os direitos juvenis, segurança pública cidadã, ocupação democrática dos espaços públicos e participação popular. Vamos fazer uma construção aberta para a cidade. É um mandato coletivo. Vamos criar mecanismos para que as pessoas construam a cidade junto com a gente, opinem, participem. Isso é a minha prioridade máxima, e é resultado do movimento Muitas pela Cidade que Queremos, do qual faço parte. Vamos criar instâncias para construir essa participação, podemos fazer assembleias abertas em praças públicas, rodas de conversa, debates pela internet. São possibilidades para que os cidadãos participem efetivamente e ajudem a construir as decisões dos mandatos.”

Wendel Mesquita

l Partido: PSB
l 36 anos
l Segundo mandato 
l Reeleito com 13.227 votos

“As minhas áreas de atuação são educação, cultura e o terceiro setor. Estou a frente da nova lei de incentivo à cultura, para qual temos o objetivo de descentralizá-la, já que está focada na Região Centro-Sul. Na educação, a minha bandeira é a valorização dos professores, já fui autor de uma emenda para aumentar o salário desses profissionais na edução infantil. Além disso, para o terceiro setor, vamos trabalhar para ampliar os recursos para as instituições. Hoje, muitas creches podem fechar porque os convênios firmados com a prefeitura são de baixo recurso. O nosso objetivo é criar projetos para isentar o terceiro setor de pagar alguns impostos.”

Wellington Magalhães

l Partido: PTN
l 50 anos
l Quarto mandato
l Reeleito com 13.191 votos

“Quero continuar o que estou fazendo na Câmara, sem demagogia. Como presidente, aprovei mudanças para as verbas indenizatórias e o fim das férias de julho. É um novo modo de política que virou exemplo para o Brasil, sem ser um modelo demagogo. Mostramos que as coisas mudaram e isso eu vou continuar fazendo. Com o novo prefeito, temos que fazer um novo Código de Posturas para a cidade, já que o atual está ultrapassado. Além disso, vou defender o crescimento da capital, com novas obras. O desemprego está muito grande e precisamos crescer a cidade, que está ficando muito atrás de outras capitais, como o Rio de Janeiro e São Paulo.”

Juninho Los Hermanos

l Partido: PSDB
l 41 anos
l Segundo mandato
l Reeleito com 12.866 votos

“Tive uma votação duas vezes maior do que a primeira. Isso é resultado dos assuntos relevantes que defendi para a cidade, tendo 100% de presença na Câmara e sem bandeira específica. Quero defender o que for bom para BH, assim como foi quando entrei no Legislativo, em 2013. Um projeto que comecei e teve um resultado muito bom foi meu gabinete itinerante. Nos finais de semana, junto dos meus assessores, levo meu gabinete para várias regiões da capital. Vamos para as ruas e ouvimos as pessoas. Atendi 25 mil pessoas e as demandas viraram ofícios enviados à prefeitura e geraram mais de 45 projetos. É um trabalho fundamental que vou defender neste segundo mandato.”

Bim da Ambulância

l Partido: PSdb
l 33 anos
l Segundo mandato
l Reeleito com 11.490 votos

“Continuo levando a saúde como carro-chefe de mais um mandato. Existem muitos pontos nessa área que precisam avançar. A atual administração da prefeitura não potencializou suas ações em unidades básicas, pronto atendimentos, centros de saúde mental. Os imóveis desses locais estão todos depredados. A maioria requer manutenção e restauração, mas isso ficou no esquecimento, uma vez que a prefeitura preferiu investir mais em Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis). Tenho um megaprojeto, mas prefiro mantê-lo em sigilo até apresentá-lo ao novo prefeito para que nenhum colega se beneficie das nossas ideias. A estratégia, atualmente, com os recursos cada vez mais baixos, é usar e reutilizar o que já se tem em BH.”

Rafael Martins

l Partido: PMDB
l 36 anos
l Primeiro mandato
l Eleito com 11.255 votos

“A minha votação foi pulverizada e mais expressiva entre as comunidades mais simples. A nossa bandeira é de políticas sociais. Precisamos atuar para dar resposta às pessoas que moram em lugares mais simples da cidade. Vamos oferecer mais a quem precisa de mais. Cada bairro de BH tem uma área abandonada, como muitos lotes vagos. Esses locais podem se tornar foco de dengue ou depósito de lixo, e comprometem a segurança local. Vamos apresentar uma ideia de que cada bairro organize e faça desses espaços algo coletivo, como uma horta. Ao dono, será dado um desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), por exemplo. Outra proposta é deixar os critérios de ingresso nas Umeis mais definidos e transparentes. Uma sugestão é a divulgação da lista dos nomes dos alunos que vão concorrer a uma vaga na unidade.”

Álvaro Damião

l Partido: PSB
l 46 anos
l Primeiro mandato
l Eleito com 10.869

“A minha bandeira é a inclusão social por meio do esporte. Vou defender o uso dos campos de futebol que estão abandonados pela cidade. É inadmissível para uma capital o crescimento da violência e o abandono de parques esportivos. As Olimpíadas mostraram o quanto essa área é importante. A medalhista Rafaela Silva saiu da Cidade de Deus no Rio e chegou aonde chegou. Eu cresci assim, mas fui narrar o esporte. Vamos trabalhar pelas pessoas simples e também pela causa animal.”

Gabriel Azevedo

l Partido: PHS
l 30 anos
l Primeiro mandato
l Eleito com 10.185 votos

“A minha bandeira é justamente cumprir o que prometi. A principal inovação é o aplicativo que quero lançar: Meu vereador. Por meio dele, o meu eleitor vai poder acompanhar em tempo real as votações na Câmara e dar o seu palpite. Muitos belo-horizontinos não sabem o que está ocorrendo na Casa e muitas decisões tomadas afrontam a população. Com o aplicativo, as pessoas também poderão denunciar problemas em bairros. Além disso, tenho propostas para a cidade, como a melhoria do serviço público e a fiscalização do dinheiro público. Em um segundo momento, estimular a sustentabilidade e também transformar BH em um local do empreendedorismo e da tecnologia. Vou propor projetos que melhorem esse ambiente empreendedor, valorizando a San Pedro Valley. O político tem que começar a entender que a internet é importante.”

Jorge Santos

l Partido: PRB
l 45 anos
l Segundo mandato
l Reeleito com 8.503 votos

“Vamos continuar defendendo os interesses dos idosos por meio de projetos que valorizem e protejam essa parcela da população. Daremos continuidade ao combate às drogas com projetos e ações voltados especialmente para a juventude, que nesse mandato continuará a receber atenção especial. Continuaremos trabalhando pela cidade e pelo povo de BH, sempre em busca de projetos inovadores e de ações que venham a melhorar a qualidade de vida da população em geral. Assim, as portas de nosso gabinete permanecerão sempre abertas para ouvir as pessoas no intuito de conhecer suas necessidades, seus questionamentos e suas sugestões, a fim de que a partir desse conhecimento, possamos criar projetos, promover debates e fazer o trabalho para o qual fomos eleitos.”

* As fotos dos vereadores eleitos foram retiradas das páginas oficiais no Facebook.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade