Publicidade

Estado de Minas

Marco Feliciano e Gregório Duvivier batem boca ao vivo em programa de rádio; veja vídeo

O humorista foi surpreendido por uma ligação de Feliciano enquanto participava do programa "Pânico", na rádio Jovem Pan


postado em 30/06/2016 10:11 / atualizado em 30/06/2016 11:00


Era para ser só mais um programa de rádio para divulgar o filme "Contrato Vitalício". No entanto, os apresentadores foram surpreendidos com o comentário de Marco Feliciano pelo Twitter, após comentário de Duvivier acerca dos processos movidos pelo pastor e deputado ao canal "Porta dos Fundos". "São covardes! Usam o poder da mídia para debocharem de pessoas sem darem o direito de resposta", disse. No início, os apresentadores e Gregório Duvivier chegam a duvidar que a publicação seja do perfil oficial do deputado. Ao conferir, Duvivier pede aos apresentadores que liguem para Feliciano. 

O deputado então fez outro post,dizendo que ligaria para o estúdio da rádio em seguida. A ligação começa com o apresentador Emílio Suritta, que pergunta a Feliciano qual era a ''treta''. O deputado então começa o discurso provocando Devuvier, afirmando que ele esperto, inteligente, mas que ele mente muito e precisava ter um pouco mais de juízo. 

“Quando ele diz que não é do PT. Onde é que já se viu isso? Assume, amigo. Ele é mais petista do que qualquer um de nós. Ele é mais vermelho do que o próprio Fidel Castro. O meu problema com Duvivier é que eu queria saber por que ele não faz uma charge, não faz humor com o Islã, com o Estado Islâmico, com Maomé. Por que faz só com o cristianismo?”, alfinetou.

Duvivier perguntou ao deputado como ele poderia fazer aquela afirmação e que ele poderia processá-lo. Em seguida, ele respondeu Feliciano dizendo que não faz a charge porque não tem nenhum deputado islâmico roubando o seu dinheir, lembrando também o vídeo em que o pastor aparece pedindo a senha do cartão de crédito de fiéis durante uma pregação.

Depois, Feliciano diz que Duvivier precisa tomar cuidado com seu novo filme porque a Lei Rouanet está sob investigação da Polícia Federal. “Esse filme não tem Lei Rouanet, estúpido, tem Lei do audiovisual. Vamos estudar?”, devolveu o humorista. 
No final da ligação, Duvivier volta a provocar Feliciano, dizendo que era terça-feira e que o deputado deveria estar trabalhando e não ouvindo rádio. 

 


Publicidade