Publicidade

Estado de Minas

PF deflagra operação para investigar fraude no Norte de Minas

Operação Volta ao Mundo foi deflagrada nesta quinta-feira. Em um único município, São João das Missões, três funcionários públicos desviaram R$ 795 mil a título de diárias


postado em 09/06/2016 10:27

A Polícia Federal, em conjunto com o Ministério Público de Minas Gerais deflagrou na manhã desta quinta-feira a Operação Volta ao Mundo para desarticular organização criminosa atuante na região Norte do estado, com ênfase para o município de São João das Missões.

A operação consiste no cumprimento simultâneo de 13 mandados de busca e apreensão expedidos pela justiça estadual da Comarca de Manga, dentre estes mandados na residência do atual prefeito municipal e em seu gabinete de trabalho.

As investigações evidenciaram excessivos gastos com diárias, aluguel de veículos e combustível. Apenas três servidores daquele município de baixíssimo IDH receberam, nos últimos três anos, o valor aproximado de R$ 795 mil a título de diárias. De acordo coma Polícia Federal, “isso tudo sem falar na suspeita de fraude na aquisição de combustível”, já que a licitação para a sua compra, referente ao ano de 2014, apresenta previsão de gastos da ordem R$ 3,578 milhões, absolutamente incompatível com a realidade da pequena São João das Missões.

Sobre o aluguel de veículos, as investigações demonstraram que um dos investigados vêm locando ao município uma caminhonete da marca Hilux, há três anos, pelo valor mensal de R$ 7,5 mil, “o que significa que, neste período, já poderia ter comprado o equivalente a duas caminhonetes” da mesma marca, segundo a Polícia Federal.

Com informações da Polícia Federal


Publicidade