Publicidade

Estado de Minas

Em áudio, Lula diz que 'peões' aguardariam 'coxinhas' para dar porrada no domingo

Termo é utilizado por petistas como apelido aos manifestantes de classe média e classe média alta que defendem a saída da presidente Dilma Rousseff


postado em 17/03/2016 20:37 / atualizado em 17/03/2016 20:44

Manifestantes protestam na Avenida Paulista, em São Paulo, pela renúncia da presidente Dilma e contra o ex-presidente nesta quinta- feira(foto: ROGÉRIO PADULA/Divulgação)
Manifestantes protestam na Avenida Paulista, em São Paulo, pela renúncia da presidente Dilma e contra o ex-presidente nesta quinta- feira (foto: ROGÉRIO PADULA/Divulgação)
Em conversa interceptada pela Polícia Federal, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ao irmão Vavá que um grupo de "peões" estaria a postos no domingo último para "bater nos coxinhas" que fossem protestar em frente a sua casa em São Bernardo do Campo (SP). "Domingo eu vou ficar um pouco escondido porque vai ter um monte de peão na porta de casa para bater nos coxinhas. Se os coxinhas aparecerem vão tomar tanta porrada que eles nem sabem o que vai acontecer", afirmou Lula.

Coxinha é como os petistas apelidaram os manifestantes de classe média e classe média alta que defendem a saída da presidente Dilma Rousseff. No último domingo, milhões de manifestantes foram às ruas para pedir o impeachment de Dilma e a prisão de Lula, investigado pela Operação Lava Jato por suspeita de receber dinheiro ilegal de empreiteiras. Parte protestou no prédio de Lula em São Bernardo. Não houve registro de confronto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade