Publicidade

Estado de Minas

Governo de Minas vai vender quatro aeronaves da frota do estado para reduzir custos

A intenção da administração estadual é economizar com a manutenção


postado em 20/03/2015 19:16 / atualizado em 20/03/2015 19:28

Learjet que será leiloado pelo Governo de Minas(foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)
Learjet que será leiloado pelo Governo de Minas (foto: Gil Leonardi/Imprensa MG)

O governo de Minas Gerais vai vender quatro aeronaves da forta oficial, usados para o transporte do governador e vice, secretários, em ações da Defesa Civil e transporte de órgãos para transplante. A expectativa é que o leilão de dois modelos já fora de uso e outros dois ainda em operação, renda aos cofres públicos cerca de R$ 12,2 milhões. Um novo avião será adquirido com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao custo de R$ 28 milhões, incluido neste cálculo o treinamento.

De acordo com a Diretoria de Transportes Aéreos do Gabinete Militar, a redução e renovação da frota implicará a um corte de até 60% nos custos com operação e manutenção dos aviões. Atualmente são gastos R$ 6 milhões anuais apenas com os quatro modelos que serão vendidos, sem levar em conta despesas com seguro e tripulação. Além disso, o governo argumenta que haverá uma economia de R$ 30 milhões no período de cinco anos, que corresponde à garantia completa da nova máquina.

As primeiras aeronaves a serem leiloadas são um King Air 300, ano 1986, avaliado em US$ 850 mil, e um Xingu, ano 1981, estimado em US$ 145 mil. No segundo leilão serão ofertados um jato Learjet, ano 1984, avaliado em US$ 950 mil, e um helicóptero Dauphin, ano 1992, cujo valor é estimado em US$ 1,8 milhão. Ainda não foi definido o modelo que será adquirido pelo governo, por meio de licitação.


Publicidade