Publicidade

Estado de Minas

PGR arquiva representação do PT contra Aécio sobre construção de aeroporto

Rodrigo Janot entendeu que não havia elementos que justificassem a deflagração de uma investigação criminal contra o candidato à Presidência da República


postado em 09/10/2014 14:50 / atualizado em 09/10/2014 14:54

Luana Brasil - Especial para o Correio Braziliense

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, arquivou nessa quarta-feira parte da representação do PT contra Aécio Neves (PSDB) que questiona a construção de um aeroporto em Cláudio (MG), em área desapropriada pelo Estado na terra do tio-avô do candidato. A representação apontava para suposta prática de crimes de peculato, prevaricação, emprego irregular de verbas públicas, exposição da aeronave a perigo e ato de improbidade administrativa. "O arquivamento do procurador-geral da República se deu por inexistência de elementos que justificassem a deflagração de investigação criminal”, informou a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Uma outra parte da representação, a que analisa os fatos sob a ótica cível (utilização do aeródromo sem homologação e registro da Anac e manutenção nas mãos de particulares das chaves do aeroporto) deverá ser feita em primeira instância pela Procuradoria da República em Minas Gerais, para onde a representação foi enviada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade