Publicidade

Estado de Minas

Azumbuja (PSDB-MS) já avalia alianças para 2º turno


postado em 05/10/2014 14:37 / atualizado em 05/10/2014 14:44

Apontado como o candidato que vai disputar o segundo turno com o senador Delcídio do Amaral (PT) para o governo de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou estar confiante e já fala em alianças. Ele votou nesta manhã, às 10 horas (11 horas de Brasília) na Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, no Jardim dos Estados, em Campo Grande.

Ele afirmou que sua campanha decolou porque os eleitores de Mato Grosso do Sul estão cansados da "mesmice", uma vez que há 28 anos PMDB e PT revezam o Executivo Estadual. O candidato começou a disputa eleitoral em terceiro lugar, mas desbancou o ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB) e agora é o principal adversário do petista, conforme a última pesquisa do Ibope.

Confiante, o candidato tucano afirmou que já na segunda-feira (6) vai começar a conversar com possíveis aliados de sua campanha no segundo turno. Ele afirmou que está aberto para todos os partidos. Azambuja reclamou de ataques que sofreu durante os meses de campanha, mas ressaltou que a Justiça Eleitoral concedeu direitos de resposta.

O tucano tem 51 anos e dentre os candidatos ao governo de MS, é o que declarou maior patrimônio: R$ 37 milhões e gastos previstos de R$ 25 milhões.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade