Publicidade

Estado de Minas

Marina: "PT se tornou conservador"

"O problema é que quando você tem sucesso a tendência é repetir a fórmula e, ao repetir a fórmula, você se torna um conservador", afirmou Marina


postado em 17/09/2014 00:12 / atualizado em 17/09/2014 07:36

Candidata do PSB promete a empresários uma reforma tributária (foto: Nacho Doce/Reuters)
Candidata do PSB promete a empresários uma reforma tributária (foto: Nacho Doce/Reuters)

São Paulo – A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, reconheceu ontem o que chamou de “sucesso” do PT, mas disse que o partido da presidente Dilma Rousseff “repete a fórmula”, o que o torna “conservador”. “Na década de 80, o PT tinha a palavra nova, produziu um processo de atualização. Alguém consegue imaginar a estrutura sindical no mesmo padrão getulista? Consegue imaginar a política sendo exercida pelos mesmos grupos? Não. Houve um atualização. O problema é que quando você tem sucesso a tendência é repetir a fórmula e, ao repetir a fórmula, você se torna um conservador e não consegue perceber a palavra nova, mas ela virá de alguma forma. Ninguém consegue reter”, disse a candidata durante encontro com empreendedores em São Paulo.


Desde que disparou nas pesquisas e se tornou a única via capaz de vencer Dilma no segundo turno, Marina está sob ataques do PT, partido do qual foi filiada por 24 anos. A candidata se diz vítima de “uma indústria de boatos e mentiras”, mas tem respondido publicamente aos petistas. A ex-senadora voltou a usar metáforas para falar sobre o momento político que está vivendo, comparando seus adversários à figura do “carrasco”. “A palavra nova é vista pelo carrasco como uma heresia. Ele tem a palavra velha, que impede a mudança, que interdita a mudança. Então ele te acusa de heresia e corta seu pescoço, para que a palavra nova não circule. Eu vejo isso acontecendo no Brasil"

Marina reafirmou seu compromisso de enviar uma proposta de reforma tributária ao Congresso Nacional já no primeiro mês de seu governo, caso seja eleita em outubro. Entre os pontos, estão “a justiça tributária, a transparência e a simplificação”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade