Publicidade

Estado de Minas

Marina volta a se defender de acusações sobre renda

A empresa de Marina faturou R$ 1,6 milhão desde que foi criada, em março de 2011, até junho deste ano


postado em 04/09/2014 11:07 / atualizado em 04/09/2014 11:49

São Paulo - A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, voltou a se defender das acusações do PT sobre a renda obtida por ela com palestras para diversas instituições, entre elas bancos, empresas e seguradoras. Em entrevista à Rádio Gaúcha, ela afirmou que "não tem medo desse debate que o PT está criando" e que pagou todos os encargos referentes à renda alcançada por sua empresa.

A empresa de Marina faturou R$ 1,6 milhão desde que foi criada, em março de 2011, até junho deste ano. Segundo ela, após o pagamento dos encargos, sobrou pouco mais de R$ 1 milhão. "É só verificar o que está na Receita Federal. Aliás, eu talvez vá levar isso aqui para o Ministério Público", afirmou, acrescentando que a presidente Dilma Rousseff (PT) acha que "vale tudo" para ganhar a eleição. "Quero fazer uma eleição limpa. Meu compromisso é com a verdade. Eu prefiro perder ganhando, do que ganhar perdendo. Ver o PT em seu programa eleitoral dizendo que eu posso ser cassada... nunca imaginei ver uma coisa dessas."

A candidata voltou a dizer que suas propostas não são mágica e reiterou a criação do Conselho de Responsabilidade Fiscal, para "cumprir compromissos sem negligenciar essa questão".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade