Publicidade

Estado de Minas

Rede adere à campanha de Tarcísio Delgado ao governo de Minas

Antes do prazo final para o registro das candidaturas, a Rede chegou a ameaçar não fazer campanha para o PSB, mas na semana passada mudou de ideia e decidiu embarcar na chapa de Tarcísio Delgado


postado em 05/08/2014 00:12 / atualizado em 05/08/2014 07:26

Tarcísio Delgado disse que conta com o apoio total da Rede(foto: Cristina Horta/EM/D.A Press - 17/7/14)
Tarcísio Delgado disse que conta com o apoio total da Rede (foto: Cristina Horta/EM/D.A Press - 17/7/14)

Depois de meses de disputa sobre quem seria o candidato ao governo do estado, a Rede Sustentabilidade em Minas Gerais resolveu aderir à candidatura do PSB. Abrigada no partido por falta de registro na Justiça Eleitoral, a Rede travou um embate com a direção do PSB mineiro para tentar emplacar o nome do médico e ambientalista Apolo Heringer ao governo do estado. O escolhido de última hora acabou sendo o ex-prefeito de Juiz de Fora, Tarcísio Delgado, pai do deputado federal e presidente do PSB mineiro, Júlio Delgado, um dos maiores opositores ao lançamento do nome de Apolo ao governo. Júlio Delgado defendia o apoio do partido à candidatura do tucano Pimenta da Veiga ao governo de Minas. Os desentendimentos levaram à saída de Apolo Heringer da legenda. Ele pediu seu desligamento no dia 25.

Na época da disputa, antes do prazo final para o registro das candidaturas, a Rede chegou a ameaçar não fazer campanha para o PSB, mas na semana passada mudou de ideia e decidiu embarcar na chapa de Delgado. Onte,  integrantes da Rede se reuniram com Delgado para indicar nomes para compor seu conselho político. Semana passada, eles se encontraram na sede do partido em BH, dando início ao diálogo em torno da participação da Rede na campanha do PSB.

“Nós nos colocamos à disposição para contribuir, entendemos que esse encaminhamento junto ao PSB foi um passo importante. A convite do candidato, vamos compor o conselho político da campanha, indicaremos dois nomes dos nossos quadros”, divulgou, por meio de nota, a porta-voz da Rede em Minas, Carla Queiroz, uma das participantes do encontro. De acordo com a nota, no primeiro encontro, “Tarcísio apresentou seu modo de fazer política, que é sustentado por um tripé composto por austeridade, eficiência e pela participação popular”. A Rede disse ainda que o candidato se comprometeu com pontos que a legenda defende, “sinalizando um alinhamento com os princípios e as diretrizes do partido”. Tarcísio Delgado disse que a Rede já está integrada à campanha e que ele vai contar com o apoio de toda a legenda.

Apolo confirmou sua saída do partido e se disse decepcionado com a Rede. “O pragmatismo engoliu um sonho”, criticou. Segundo ele, Marina Silva em nenhum momento lutou para que a legenda tivesse candidato nos principais colégios eleitorais do Brasil (SP, MG, RJ). “Nossa proposta não era apoiar ninguém só porque ele é honesto, caso do Tarcísio. Além de honesto, a intenção era lançar uma nova forma de fazer política e uma alternativa que fosse viável e verdadeira”, disse Apolo, que conversa com o PV.


Publicidade