Publicidade

Estado de Minas

Belotur lança guia com locais de resistência à Ditadura Militar em BH

A publicação lista 27 locais que serviram para lutar contra o governo militar


postado em 31/03/2014 19:46 / atualizado em 31/03/2014 20:06

Aproveitando a data que marca os 50 anos do Golpe de 1964, a Belotur lançou um guia com roteiro de resistência ao regime militar em Belo Horizonte. Na publicação, lançada no começo da noite desta segunda-feira, estão listados 27 locais que foram usados como pontos de articulação e resistência à ação dos militares no período. Inicialmente serão impressos cerca 1.000 unidades do guia para serem distribuídas. A publicação é lançada no dia que marca os 50 anos do golpe militar de 1964.

Confira o especial  sobre os 50 anos do Golpe de 1964

Intitulado como “Memórias de Resistência. Lugares de Repressão e de Luta contra a Ditadura Militar de 1964 a 1985, em Belo Horizonte”, a publicação abre com os nomes dos mineiros que foram mortos ou estão desaparecidos devido à ação dos militares. O guia conta a história de todos os locais e sua relevância no período. “As cidades têm “lugares de memória” determinados pela história dos que a construíram e nela vivem e que traçaram sua trajetória histórica. O turismo urbano contemporâneo inclui entre outros roteiros de destinos e atrativos esses lugares, constituídos por locais, edifícios, monumentos onde ocorreram fatos significativos da história da cidade e que merecem ser revisitados ou desvendados por sua importância na memória de todos”, afirma parte do texto da obra.

Ainda conforme a publicação lançada hoje pela Belotur, centenas de pessoas foram detidas para “averiguações” durante os 21 anos que durou o governo militar. “Estudantes, trabalhadores, intelectuais, sindicalistas. Parlamentares e lideranças políticas foram as primeiras vítimas do novo regime”, encerra o texto.

Veja o mpa e confira os locais que fazem parte do roteiro:
(foto: Reprodução Belotur )
(foto: Reprodução Belotur )



Dops – Av. Afonso Pena, 2.351, Bairro Funcionários

Edificio Acaiaca, Avenida Afonso Pena, 867, Centro

Quartel do 12º Regimento da Infantaria, Ruas Juiz de Fora e Tenente Brito, no Prado

Escola Estadual Pandiá Calógeras, Praça Carlos Chagas, no Santo Agostinho

Dan Mitrioni/CIA, Rua José Carlos da Mata Machado, Bairro das Industrias

Delegacia de Furtos e Roubos, Rua Pouso Alegre, 417, Floresta

Centros Clandestinos de Triagem, Esquina das Ruas Sergipe e Santa Rita Durão, Funcionários

Teatro Marília/ Galeria Guignard / Stage Door - Avenida Alfredo Balena, 588, Santa Efigênia

Teatro da Ami - Rua da Bahia, 1450, Lourdes Rua Rio de Janeiro, 1.063, Centro

Igreja São Francisco das Chagas, Carlos Prates

Universidade Federal de Minas Gerais - Pampulha

Fafich, Rua Carangola ,288, Santo Antônio

Faculdade de Medicina da UFMG, Av. Alfredo Balena, Santa Efigênia

Faculdade de Direito UFMG, Praça Afonso Arinos

Diretório Central dos Estudantes /UFMG


Helena Greco e Anistia, Rua Juiz Fora 849, Barro Preto

Praça da Rodoviária, no Centro

Casa do Jornalista/ Sindicato do jornalista

O Binômio – Rua Curitiba 676, Centro

Edifício Maleta – Augusto de Lima

Colégio Estadual Central – Rua Fernandes Tourinho

Convento dos Frades Dominicanos - Rua dos Dominicanos, 26, Serra

Aldeia Global, Edifício Maleta, Centro

Secretaria de Saúde, Augusto de Lima, em frente ao Mercado Municipal

Praça 7/ Igreja São José – Centro

Sindicato dos Médicos – Avenida do Contorno, 4.999, Bairro Floresta

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade