Publicidade

Estado de Minas

Sem-terra protestam por cestas na Conab em Bauru


postado em 15/01/2013 17:38

Cerca de 300 integrantes de movimentos de luta pela terra ocuparam na manhã desta terça-feira as instalações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Bauru, a 326 km de São Paulo. Os sem-terra protestam contra a suspensão na entrega de cestas básicas para as 7.784 famílias cadastradas pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em 170 acampamentos espalhados pelo Estado. De acordo com as lideranças as cestas deixaram de ser distribuídas há seis meses.

Os grupos querem ainda o cadastramento de famílias que ingressaram nos acampamentos e a retomada da arrecadação de terras para novos assentamentos. Além do Movimento dos Sem-Terra (MST), o protesto teve a participação do Movimento dos Agricultores Sem-Terra (Mast), Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MSTS) e da Federação dos Empregados Rurais Assalariados do Estado de São Paulo (Feraesp). Até às 17 horas, os sem-terra mantinham a disposição de passar a noite no local.

A Conab informou que a distribuição de cestas a beneficiários da reforma agrária segue um cronograma determinado pelo Incra. De acordo com a administração regional de Bauru, os prédios não chegaram a ser invadidos: os sem-terra ocuparam apenas o pátio. Procurada, a superintendência do Incra em São Paulo não havia dado retorno até o final da tarde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade