Publicidade

Estado de Minas

Apoiadores de Patrus lançam manifesto reforçando características socias do petista

O texto é uma reação ao manifesto divulgado nessa segunda-feira por deputados dos partidos que apoiam Marcio Lacerda (PSB) que fizeram ataques ao candidato petista


postado em 18/07/2012 21:15 / atualizado em 18/07/2012 21:30

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Os apoiadores do candidato à prefeitura de Belo Horizonte pela coligação “ Frente BH Popular”, o ex-ministro do Desenvolvimento e Combate à Fome, Patrus Ananias(PT), formularam um manifesto em favor do candidato. Cerca de 80 militantes sociais e sindicais se reuniram na sede do PT da capital, na noite desta quarta-feira, para redigir um documento que ressalta as características do petista durante o período que esteve à frente da PBH e do ministério, em Brasília. Conforme o documento, que será lançado no dia seis de agosto, data da inauguração do comitê do popular, localizado no edifício Danthês, no Centro da capital, Patrus “liderou o processo de mudança na cidade” e “inaugurou processos inéditos de governo”.

O manifesto foi assinado por diversos sindicatos de trabalhadores e movimentos de luta pela habitação popular, juventude, população negra, LGBT, direitos das mulheres, idosos e agentes da cultura. A expectativa é que sejam impressos cerca de um milhão de cópias. O texto é uma reação ao um manifesto lançado nessa segunda-feira por 34 deputados dos partidos que apoiam a reeleição de Marcio Lacerda. Os parlamentares consideraram desrespeitosa e arrogante” declaração dada por Patrus. O petista disse, durante ato de campanha no fim de semana passado, que o que existe de importante em BH começou no governo dele.

Os apoiadores de Patrus também ressaltaram o perfil mais social do ex-ministro em comparação com as característica mais técnica e fria do prefeito Marcio Lacerda. E aproveitaram para cutucar a administração de Antônio Anastasia (PSDB) no governo do estado. Para eles, a candidatura de Patrus é um alento as políticas sociais, já que o estado não estaria com capacidade financeira para novos investimentos. “Nada pode se esperar do governo mineiro. Nosso estado está falido e endividado”, afirmaram no documento, que ainda vai passar pelo crivo da equipe de campanha, antes de ser divulgado.

Agenda

Nesta quinta-feira, Patrus Ananias vai se encontrar com o Dom Walmor, arcebispo metropolitano de Belo Horizonte. A reunião será no Palácio Cristo Rei, ás 16hs. 


Publicidade