Publicidade

Estado de Minas

Lula se trata para desfilar no carnaval 2012


postado em 06/01/2012 07:22 / atualizado em 06/01/2012 07:24

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou por volta das 13h de ontem o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, depois de fazer a segunda sessão de radioterapia. Ele trata um câncer na laringe, diagnosticado em outubro. Após a radioterapia, Lula foi avaliado por um fonoaudiólogo e um dentista. Em até sete semanas, ele deverá receber entre 30 e 35 sessões, que acontecerão de segunda a sexta-feira. Ele não deve ficar internado durante o período

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse que o tratamento foi programado para que Lula desfile na escola de samba Gaviões da Fiel, que o homenageará no carnaval deste ano. Ele informou que o ex-presidente não tem atividades programadas para as próximas semanas, mas disse que Lula deverá despachar alguns dias na sede do instituto, dependendo dos efeitos da radioterapia. Okamotto afirmou que o trabalho com a fonoaudióloga tem o objetivo de evitar o uso de uma sonda alimentar. Com dificuldade para engolir, alguns pacientes emagrecem e passam a ser alimentados por meio de sonda.

No hospital, Lula recebeu a visita do ministro da Educação, Fernando Haddad, pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, nome indicado e defendido por ele, e do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD). Ele também assistiu a trechos do jogo entre Corinthians e Santos da Paraíba pela Copa São Paulo. Lula ficou no hospital por seis horas porque recebeu uma dose de quimioterápicos. O medicamento, que será aplicado uma vez por semana, tem a função de potencializar o efeito da radioterapia. Como na quarta-feira, o ex-presidente utilizou uma porta lateral para sua entrada e saída para evitar os jornalistas.

Antes de ir ao hospital, Lula foi ao velório, em São Bernardo do Campo, do padre Avelino Carlos de Carli, que morreu ontem aos 83 anos. O padre apoiou os movimentos grevistas do grande ABC na década de 1980.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade