Publicidade

Estado de Minas

Lobista autor da "lista de Furnas" é preso em Belo Horizonte


postado em 21/10/2011 07:07 / atualizado em 21/10/2011 07:35

A Polícia Civil prendeu nessa quinta-feira, em Belo Horizonte, o lobista Nilton Monteiro, conhecido por ser o suposto responsável pela elaboração da chamada lista de Furnas, que reuniria nomes de políticos que teriam recebido irregularmente recursos da empresa para campanha eleitoral de 2002. No material constam nomes de 156 políticos de 12 partidos (PDT, PFL, PL, PMDB, PP, PPS, Prona, PRTB, PSB, PSC, PSDB e PTB). No total, R$ 39,6 milhões teriam saído da estatal para irrigar as campanhas. A lista foi divulgada em outubro de 2005 e nunca teve a autenticidade comprovada.

O delegado Márcio Nabac, chefe do Departamento de Operações Especiais (Deoesp), não revelou os motivos que levaram à prisão de Monteiro. A lista chegou a ser analisada durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Correios instalada na Câmara dos Deputados em 2006. O relator Osmar Serraglio (PMDB-PR) afirmou que a lista era falsa e sugeriu que Monteiro fosse denunciado por calúnia. O lobista foi encaminhado durante a tarde ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo delito e, em seguida, seria levado para o Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) São Cristóvão, na capital. Monteiro será apresentado hoje à tarde à imprensa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade