Publicidade

Estado de Minas

Em encontro com Dilma, Anastasia prega união com o governo federal


postado em 17/03/2011 12:29 / atualizado em 17/03/2011 14:18

Presidente Dilma ao lado do governador Antonio Anastia em Uberaba.(foto: Marcos Michelin/EM/D.A Press)
Presidente Dilma ao lado do governador Antonio Anastia em Uberaba. (foto: Marcos Michelin/EM/D.A Press)

No encontro com a presidente Dilma Rousseff (PT) nesta quinta-feira, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, o governador Antônio Anastasia (PSDB) adotou um discurso de aproximação com o governo e pregou e união entre as duas administrações. Em pouco menos de três meses de mandato, é a terceira vez que a petista e o tucano se reúnem, deixando de lado as diferenças partidárias.

"Isso faz parte de um processo de amadurecimento político do Brasil e é fundamental. Vamos continuar com esse tratamento. Eu a convidei para ser a oradora oficial em 21 de abril. Significa que vamos continuar tendo esse andamento próximo", disse. Dilma confirmou presença na entrega da medalha da Inconfidência, em Ouro Preto.

Anastasia aproveitou o encontro para debater investimentos federais no estado. "Há uma questão importante que vamos discutir sobre investimentos da Petrobras no Estado, especialmente na área do petróleo, e outros temas naturais de infraestrutura".

Dilma e Anastasia assinaram protocolo de intenções que prevê a implantação do gasoduto de São Carlos, no interior de São Paulo, a Uberaba e a implantação de uma fábrica de amônia. É primeira visita oficial de Dilma a Minas depois da posse, em 1º de janeiro. A presidente recebeu título de cidadã honorária de Uberaba.


Publicidade