Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Ação experimental


postado em 30/11/2018 05:17

(foto: Acervo Vazio S/A)
(foto: Acervo Vazio S/A)

 

 

Em Belo Horizonte, a relação entre espaço público e privado tem sido ponto de fissura entre os setores empresariais, governamentais e a sociedade civil há décadas. A constante privatização de espaços públicos e a passividade do poder público diante da especulação imobiliária foram capazes de mobilizar a população em ações de reapropriação da cidade.

Diferentes grupos da sociedade civil têm atuado em propostas de intervenções no ambiente urbano, com propósitos artísticos, sociais, políticos, redimensionando a relação entre habitantes e o ambiente onde circulam e moram, criam relações, enfim, vivem.

A partir da provocação feita pelos curadores de Misunderstandings – exposição na Galleria Campo organizada por um grupo de arquitetos italianos ligados à arquitetura radical dos anos 1970, o Coletivo Aurora, o crítico Eduardo de Jesus e o escritório de arquitetura Vazio S/A estão atualmente com novo projeto de intervenção na cidade. Criaram a Chamada Internacional Outros Territórios, aberta a arquitetos, artistas, paisagistas, designers e demais agentes culturais, com a proposta de discutir as possibilidades de espaços vazios no Bairro Buritis, especificamente as palafitas de concreto. A ideia é de que as pequenas intervenções podem gerar transformações duradouras (seja em termos materiais ou institucionais) com recursos limitados; e ser um instrumento para se pensarem soluções alternativas na recomposição urbana de um tecido esgarçado.

As intervenções selecionadas serão escolhidas por um júri internacional e irão compor uma exposição no Viaduto das Artes, um instigante espaço cultural na região do Barreiro, em Belo Horizonte, instalado sob dois viadutos e sintonizado com o conceito geral de Outros Territórios: explorar as possibilidades de ativação de lacunas urbanas infraestruturais. Em momento posterior, as intervenções serão organizadas em forma de um festival cultural, quando se dará efetivamente a construção de algumas das propostas selecionadas.

Além de um roteiro livre de visitação às obras, a chamada pretende se configurar como um espaço para debate público do bairro, explorando interfaces entre arquitetura, artes visuais, iluminação pública e paisagem urbana, e problematizando a gestão da cidade, os passivos ambientais e o mercado imobiliário.




OUTROS TERRITÓRIOS
O edital e mais informações sobre
o projeto estão disponíveis em
www.outrosterritorios.com .br.


Publicidade