Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 21/01/2019 05:06

CORRUPÇÃO
Vivenciando mudanças
num mundo globalizado


Sonia Jordão
Belo Horizonte

"A menor notícia de corrupção entre políticos brasileiros estampada nas manchetes é suficiente para render assunto por vários dias. Contudo, as mesmas pessoas que, ferozmente, atacam os protagonistas dos escândalos aceitam passivamente o 'jeitinho' brasileiro utilizado por si próprios no cotidiano, sem considerar que também são formas de corrupção. Corrupção é o ato de corromper algo ou alguém para conseguir alguma vantagem. Atualmente, o termo corrupção está fortemente atrelado à política, embora também possa estar presente em ações cotidianas. Alguns exemplos de desvios cotidianos são pagar alguém para fazer o trabalho de escola; subornar o guarda para não aplicar uma multa; comprar de fornecedores em troca de vantagens pessoais ou, ainda, pedir nota fiscal com valor superior ao consumo para ser ressarcido pela empresa. Ambivalência de valores é o que justifica o fato de as pessoas acreditarem que seus desvios não são corrupções, apenas formas de resolverem suas demandas. O historiador Leandro Karnal afirma: 'Não existe governo corrupto em uma nação ética'. Se a sociedade fosse um conjunto de pessoas completamente honestas, apenas governada por ladrões, seria fácil resolver o problema da imoralidade no país, bastando trocar os governantes. É preciso se autoanalisar, assim como analisar amigos e familiares. Não se trata de julgamento, mas de aconselhamento sobre alguma atitude ruim, assim como é crucial se policiar sobre as mesmas más decisões. Nos últimos tempos, esse foi um dos assuntos mais comentados em função das eleições presidenciais. A mudança social será um modificador maior que a mudança política, uma vez que a corrupção, o preconceito, a intolerância e a discriminação estão intrínsecos na sociedade. Por incrível que pareça, deputados, governadores e senadores, que desviam milhões dos cofres públicos, são tão corruptos quanto as pessoas que pagam outras para fazerem o trabalho de conclusão de um curso ou que compraram a carteira de motorista. Vale lembrar: 'Para mudar o país, temos que mudar a nós mesmos. O mundo muda quando você muda'."

CONHECIMENTO
Leitor sai em defesa
da educação plena


Luiz Carlos Amorim
Florianópolis

"Ouço algumas pessoas falarem em educação como se o significado da palavra não abrangesse instrução. Como se educação significasse apenas o bom relacionamento social. Já vi até professores dizerem que 'professor não é educador, quem deve educar são os pais, em casa, pois o professor apenas transmite instrução, conhecimento'. É claro que concordo que a educação começa em casa, mas ela continua na escola, pois o professor é educador, sim, nos dois sentidos. Educação é 'aperfeiçoamento das faculdades físicas, intelectuais e morais do ser humano, disciplinamento, instrução e ensino, processo pelo qual uma função se desenvolve e se aperfeiçoa pelo próprio exercício. Aperfeiçoamento integral de todas as faculdades humanas, conhecimento e prática dos usos de sociedade. Civilidade, cortesia, delicadeza, polidez'. Precisamos nos acostumar a ir ao lugar certo para consultar e usar as palavras de modo correto, que é o dicionário. Precisamos ler e escrever mais. Para que não caiamos no imperdoável pecado de desvirtuar o sentido das palavras. Repetindo: educação é civilidade, bons costumes e aquisição de conhecimento. Para não esquecermos."

ASSÉDIO
É necessário, sempre,
respeitar as vítimas


Andreia Donadon Leal
Belo Horizonte

"Nem todas as adolescentes e mulheres maduras sabem, de fato, que estão sofrendo algum tipo de agressão psicológica ou assédio moral pelo companheiro ou outra pessoa. Talvez por desconhecerem seus direitos. Talvez porque o amor é cego, sufocante, imaturo ou talvez porque não têm coragem de ir à delegacia denunciar. Pois coração e vida alheia são terras desconhecidas, que não devem ser julgados por amadores. Vocês poderiam me dizer que alguns traumas sofridos em épocas distintas da vida ficam circunvagando, independentemente se foram bem ou mal resolvidos, na época da ocorrência. Não sou especialista no assunto para traçar uma linha sobre a natureza, o tratamento e a durabilidade dos traumas. Na minha época não se falava em traumas, pois isso era coisa de gente sem serviço. Na minha época não tinha a Lei Maria da Penha. Na minha época não tinha celular, rede social. Na minha época, adolescente vitimada engolia o choro e a humilhação, sem deixar os pais perceberem. 'Quem mandou dar confiança ou confiar em homem? Mulher tem que ser educada, recatada e do lar. Homem é líder, autoridade, pode tudo, mulher não! Em homem, nada de ruim permanece.' Sim, eu cresci ouvindo tudo isso. O correr do tempo suaviza pontos frágeis das cicatrizes, mas não fecha. Feridas da magnitude de uma agressão ou assédio moral devem ser tratadas com pontos fortes e sólidos, para que lá na frente, depois de 27 anos, nenhuma outra mulher solte o choro ao assistir a um jornal televisivo, ou seja, morta pelo companheiro agressor. Que homens e mulheres aprendam, de vez, que no show do dia a dia a regra básica dos relacionamentos é o respeito."

Em.com

Do estilingue ao rifle: donos de terra se mobilizam para ter posse de armas
“Vão aumentar consideravelmente os homicídios, como latrocínio, pois o bandido vai atrás dessas armas. Esse plano é ridículo e só ajuda o criminoso.”
. Helcio Vieira

“Invadiu para roubar e recebeu tiro letal é legítima defesa, mesmo que o bandido esteja desarmado, pois quem invade para roubar está preparado para matar, mesmo que nunca tenha matado antes. Armamento de defesa e mudança de concepção no Ministério Público já.”
. Paulo Sérgio Gonçalves da Costa


Facebook


Sobe para 73 número de mortos em explosão no México
“Às vezes, querer levar vantagens em tudo pode acabar mal. E não foi diferente.”
. Levy Eustaquio Martins Silva

Profissionais liberais entre 25 e 40 anos lideram procura por armas em Minas
“Bom para os comerciantes, que sofrem tantos assaltos! Eles é que sabem o prejuízo e traumas que sofrem!”
. Pri Fagundes


Twitter


Ex-assessor de Flávio Bolsonaro movimentou R$ 7 milhões em três anos, diz jornal
“E a promessa de fazer o novo hein!? De ser diferente! Como fica? E o silêncio de Jair Bolsonaro referente ao caso? Estamos de olho, presidente.”
. @IMarioHenriqueI


Publicidade