UAI
Publicidade

Estado de Minas GERAL

PF faz buscas contra grupo que gira R$ 2 mi na fronteira da Argentina


23/11/2021 13:09

A Polícia Federal abriu nesta terça-feira, 23, a Operação Peculium contra uma organização criminosa suspeita de movimentar R$ 2 milhões por mês em operações ilegais de câmbio na fronteira com a Argentina.

Ao todo, 70 policiais federais cumprem 60 ordens judiciais no município de São Borja, na divisa do Rio Grande do Sul com o país vizinho. A Justiça Federal deu sinal verde para 15 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão, sequestro de 14 veículos, 11 imóveis e bloqueio de até R$ 21 milhões em contas bancárias vinculadas a 13 investigados e empresas. Também foram determinadas 14 medidas cautelares, como monitoramento por tornozeleira eletrônica, retenção de passaporte e apresentação periódica em juízo.

A investigação teve início no ano passado a partir da apreensão de 35 mil dólares com uma passageira na BR-285, na região de São Borja. A apuração levantou a suspeita sobre a existência da organização criminosa.

Até o momento, a PF identificou o uso de doleiros e fornecedores do exterior para internalizar pesos argentinos e dólares americanos no Brasil. Após ingressarem no País, as moedas estrangeiras seriam comercializadas irregularmente, principalmente para empresas de transporte rodoviário de cargas. O último passo do suposto esquema seria dissimular a origem dos recursos através de ‘complexo esquema de lavagem de dinheiro’, segundo a Polícia Federal.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade