UAI
Publicidade

Estado de Minas CRIME

Adolescente de 18 anos presa acusada de agredir a filha de dois meses

Segundo Polícia Civil de Goiás, a criança teve de ser internada por cinco dias devido a uma série de agressões em julho de 2021


20/10/2021 08:14 - atualizado 20/10/2021 08:18

Prisão foi feita por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis
Prisão foi feita por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis (foto: Reprodução/PCGO)
Sangramento pela boca, hematomas no abdômen e fraturas na clavícula e nas costelas: este foi o saldo de uma série de agressões contra uma bebê de apenas dois meses de vida. O caso ocorreu na cidade de Anápolis, Goiás, em julho deste ano. A criança ficou internada durante cinco dias no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) após as agressões.

Nesta terça-feira (19/10), a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) prendeu a acusada pelos crimes: a própria mãe da criança. A mulher tem apenas 18 anos e a prisão, de acordo com informações da corporação, foi realizada para evitar novos episódios de violência contra a criança.

"A autoridade policial representou pelo mandado ao Poder Judiciário como forma de garantir a ordem pública, tendo em vista a gravidade concreta do caso e a possibilidade de reiteração criminosa, já que a suposta autora do crime tem hierarquia direta sobre a infante e foi apontada como de temperamento impulsivo e explosivo, no âmbito doméstico", diz a nota.

As investigações sobre o caso não acabaram. A PCGO fará mais exames junto ao Instituto Médico Legal (IML) para definir a extensão das lesões sofridas pela bebê e ouvirá mais testemunhas sobre o caso.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade