UAI
Publicidade

Estado de Minas RESPOSTA

Consulado da China comenta ataque: ''Conspiração de pouquíssimas pessoas''

Pelo Twitter, a Embaixada da China também se manifestou sobre o ataque com explosivo lançado contra a sede no Rio de Janeiro na última quinta-feira (16/9)


18/09/2021 19:07 - atualizado 18/09/2021 19:18

Momento em que a bomba é jogada no consulado
Momento em que a bomba é jogada no consulado (foto: Reprodução)

Por meio de um comunicado em seu site, o Consulado Geral da China no Rio de Janeiro comentou  sobre o ataque com explosivo lançado contra a sede na última quinta-feira (16/9).  De acordo com a instituição, a ação deve ser condenada com aplicação de "punição do culpado nos termos da lei e medidas cabíveis para evitar que incidentes similares voltem a ocorrer".

Ainda segundo a nota, o ataque faz parte de uma "conspiração de pouquíssimas pessoas" contra as relações sino-brasileiras - que "corresponde aos interesses essenciais dos dois países" -, mas que não terá sucesso. Você pode ler a nota na íntegra no fim deste texto.
Embaixada
 
Pelo Twitter, a Embaixada da China também se manifestou sobre o ataque: "Agradecemos aos embaixadores e missões diplomáticas no Brasil pela solidariedade ao Consulado Geral da China no Rio de Janeiro, além dos amigos e instituições brasileiras. O status das missões diplomáticas e consulares deve ser respeitado e não violado".



Nota na íntegra do Consulado Geral da China no Rio de Janeiro:

Em 16 de setembro à noite, um homem não identificado lançou um explosivo ao Consulado Geral da China no Rio de Janeiro, causando danos no edifício. Foi um grave ato de violência ao qual o Consulado Geral da China manifesta veemente condenação. Mantendo estreita comunicação com as autoridades brasileiras, esta missão consular pede a investigação minuciosa sobre o ataque, a punição do culpado nos termos da lei e medidas cabíveis para evitar que incidentes similares voltem a ocorrer.

O desenvolvimento sem sobressalto das relações sino-brasileiras corresponde aos interesses essenciais dos dois países. Não terá sucesso qualquer conspiração de pouquíssimas pessoas em destruir a amizade China-Brasil. Esperamos e temos a convicção de que o governo brasileiro tomará medidas concretas para proteger esta missão consular e seu pessoal, como prevê a Convenção de Viena sobre Relações Consulares, garantindo a segurança e a integridade das instalações e de seu pessoal.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade