Publicidade

Estado de Minas COVID-19

'Estamos selecionando vírus mais transmissíveis', alerta Atila Iamarino

A descoberta de uma nova variante, em Belo Horizonte, gerou preocupação por parte de especialistas


07/04/2021 20:26 - atualizado 07/04/2021 20:57

Atila Iamarino: 'Evolução é implacável'(foto: TV cultura/Divulgação)
Atila Iamarino: 'Evolução é implacável' (foto: TV cultura/Divulgação)
Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) detectaram uma nova variante do coronavírus potencialmente perigosa em Belo Horizonte e cidades da região metropolitana. Duas amostras, das 85 avaliadas, continham a presença de um conjunto de 18 mutações nunca encontradas anteriormente.
 

Ainda não se sabe, porém, se essa variante tem maior transmissibilidade ou é mais agressiva no paciente. Mas, a divulgação da descoberta já repercutiu entre especialistas. O biólogo e divulgador científico Atila Iamarino afirma que sem um plano de ação federal, vírus mais transmissíveis e com maior poder de reinfecção estão sendo selecionados. 
 
“Enquanto o plano de ação federal for promover o contágio, o que coloca vulneráveis, curados e vacinados em contato com o coronavírus, teremos variantes sendo geradas. Evolução é implacável e estamos selecionando vírus mais transmissíveis e que reinfectam”, disse ele em uma postagem no Twitter. 
 
 

Outra que se manifestou a respeito da nova variante foi a biomédica e neurocientista Mellanie Fontes-Dutra. Ela alerta para o fato das variantes estarem se adaptando e diz que é preciso controlar a transmissão
 
 
 
*Estagiária sob supervisão do editor Álvaro Duarte



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade