Publicidade

Estado de Minas BAHIA

Morte de PM após surto e tiros em Salvador repercute na internet

Armado com pistola e fuzil, soldado deu tiros para o alto no Farol da Barra nesse domingo (28/3); após horas de negociação, ele atirou contra PMs, que revidaram


29/03/2021 10:13 - atualizado 29/03/2021 10:27

Atingido, policial foi socorrido em um hospital da cidade(foto: Secretaria de Segurança Pública da Bahia/Divulgação)
Atingido, policial foi socorrido em um hospital da cidade (foto: Secretaria de Segurança Pública da Bahia/Divulgação)
 A morte de um soldado da Polícia Militar (PM) na noite desse domingo (28/3) em Salvador (BA) repercute nas redes sociais ainda nesta segunda-feira (29/3). O militar teve um surto e fez diversos disparos no Farol da Barra, um dos pontos turísticos da cidade. Militar tentaram negociar com ele mas, quando o PM atirou contra eles, os colegas revidaram. Ele foi socorrido em um hospital, mas não resistiu. 

No início da tarde passada, o policial chegou ao Farol da Barra fardado e armado com um fuzil e uma pistola. Com o rosto pintado com tinta nas cores verde a amarelo, ele atirou para o alto. 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, após os disparos, o local foi isolado e uma equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi ao local para tentar negociar com ele. 

“O soldado alternava momentos de lucidez com acessos de raiva, acompanhados de disparos. Além dos tiros de fuzil, o soldado arremessou grades, isopores e bicicletas, no mar”, explica a pasta. 

As negociações duraram quase quatro horas. “Aproximadamente às 18h35, o soldado verbalizou que havia chegado o momento, fez uma contagem regressiva e iniciou os disparos contra as equipes do Bope. Após pelo menos 10 tiros, o soldado foi neutralizado e socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE)”, diz a secretaria. 

A nota foi publicada no portal da secretaria por volta das 20h. A Polícia Militar da Bahia também se posicionou no Facebook, lamentando o episódio. “O Batalhão de Operações Policiais Especiais adotou protocolos de segurança e o policial militar ferido foi socorrido imediatamente pelo Samu”. Confira o texto abaixo:



Segundo o jornal baiano Correio, a morte do soldado foi confirmada às 22h41. Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, o comandante da PM-BA, coronel Paulo Coutinho, disse que o motivo do surto do militar ainda é desconhecido. “Estamos todos surpresos e atônitos com o que aconteceu”, disse ele, segundo o Correio. 

O portal G1 diz, ainda, que após a troca de tiros entre os policiais, jornalistas que cobriam as negociações e tentaram se aproximar foram alvos de balas de borracha. 

Na manhã de hoje, o assunto ocupa grande parte das hashtags dos Trending Topics do Twitter. Entre os temas estão criticas de bolsonaristas ao governador Rui Costa (PT) pela ação, diante de afirmações – não comprovadas – de que ele teria se recusado a “prender trabalhadores”, e outras pessoas dizendo que o policial cometeu um ato terrorista. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade